O SMS – Santa Maria Solidária é o programa de voluntariado da Escola Superior de Saúde de Santa Maria. Este programa surge da necessidade de criar uma cultura de voluntariado que envolva toda a comunidade académica, de forma a estimular o espírito de responsabilidade social entre todos, permitindo a cada um ser membro ativo na comunidade em que se insere. O SMS – Santa Maria Solidária insere-se na estratégia de promoção e desenvolvimento de capacidades e competências sociais ao nível dos docentes, pessoal de administração e serviços e estudantes da Escola Superior de Saúde de Santa Maria (ESSSM).

O SMS tem como objetivos:

a) Criar e divulgar a cultura do voluntariado dentro e fora da ESSSM, encorajando a solidariedade comunitária e favorecendo a iniciativa e a criatividade

b) Promover competências transversais, complementares à formação técnica

c) Estimular o espírito de responsabilidade social entre docentes, pessoal de administração e serviços e estudantes da ESSSM, permitindo a cada um ser membro ativo da ação voluntária

d) Contribuir para a emergência de uma perceção do voluntariado enquanto fator de realização pessoal e contexto de aquisição de conhecimentos e novas competências

e) Monitorizar as necessidades das pessoas e comunidade local, desencadeando, com a sua colaboração, a resposta adequada.


PROJETOS

Maia, Melhor Postura

Sessões de educação de educação postural a turmas de 1º ciclo de ensino básico de escolas do município da Maia.


Maia, Pequenos Socorristas

Sessões de educação a turmas de 1º ciclo de ensino básico de escolas do município da Maia, com os seguintes objetivos:

  1. Consciencializar a criança sobre o que são os primeiros socorros
  2. Consciencializar a criança sobre a importância dos primeiros socorros
  3. Prevenir a criança para situações quotidianas de perigo
  4. Sensibilizar a criança sobre a importância de se manterem seguras
  5. Consciencializar a criança dos procedimentos para pedido de ajuda
  6. Consciencializar a criança sobre o que fazer em caso de emergência
  7. Informar a criança sobre quando e como devem pedir a ajuda do adulto
  8. Informar a criança como chamar o 112 e que informações deve dar ao operador
  9. Consciencializar a criança sobre a importância de manter a calma e ajudar a pessoa ferida a acalmar-se