• título da imagem

Dia Europeu da Alimentação e Cozinha Saudáveis

08 nov 2018

O dia Europeu da Alimentação e Cozinha saudáveis foi implementado com o objetivo de combater o atual aumento da obesidade infantil na Europa. Esta data pretende através da fomentação do interesse das crianças pelos alimentos que ingerem, sensibiliza-las para os princípios básico de uma cozinha saudável. Tendo em conta que hábitos alimentares saudáveis adquiridos na infância têm tendência a perdurar na vida adulta.

Neste sentido, apresento algumas sugestões para tornar a cozinha mais saudável:

- Utilizar bons meios de confeção dos alimentos. Os “pratos de panela” são bastante interessantes, pois estufam os alimentos, permitindo confecionar uma refeição saudável, com aroma, sabor e muita cor. Para além disso, a água da cozedura dos alimentos é consumida, mantendo assim os nutrientes dos mesmos.

- Preste atenção à qualidade e quantidade de gordura utilizada. Deve-se privilegiar a utilização de azeite, pois é rico em ácidos gordos monoinsaturados. Nos pratos de carne e peixe retire a pele e gordura visível.

- Reduza ao máximo a utilização de sal nos seus preparados. Dê asas à sua imaginação e experimente novos sabores através da utilização de especiarias e ervas aromáticas. Para além de colorir os seus pratos permite acrescentar valor nutricional às refeições.

- Lembre-se do nosso planeta. É possível confecionar saborosas receitas utilizando sobras. Prefira também produtos alimentares da época e locais.

- Relativamente à confeção de sobremesas doces, reduza ao máximo o açúcar nos seus preparados. Analise, atentamente a receita e tente substituir ingredientes de elevada densidade energética por outros nutricionalmente mais interessantes. Por exemplo, troque a farinha de trigo por farinha integral, leite meio-gordo por leite magro, utilize natas com menor quantidade de gordura e mel, tâmaras ou adoçante em vez de açúcar branco.

- Não se esqueça também de ter uma alimentação segura, tendo presente 5 chaves sobre higiene e segurança dos alimentos: 1. Manter a limpeza; 2. Separar alimentos crus de alimentos cozinhados 3. Cozinhar bem os alimentos 4. Manter os alimentos a temperaturas seguras 5. Usar água e matérias-primas seguras.                                    

 

Referências bibliográficas

  • OMS, INSA. Cinco Chaves para uma Alimentação mais Segura: manual. 2006.
  • Gregório M, Santos M, Ferreira S, Graça P. Alimentação Inteligente - Coma melhor, poupe mais. Direção Geral da Saúde Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável Edenred FOOD a question of balance. 2013 
  • Associação Portuguesa de Nutrição. Culinária Saudável; citado a 5 de novembro de 2018. http://www.apn.org.pt/ver.php?cod=0E0C0G

Maria Matos, Nutricionista Estagiária (2420 NE)